Como o design cria valor econômico dentro da estratégia das empresas

0
52
views
design cria valor econômico

O design cria valor econômico para que as empresas possam competir de forma cada vez mais inteligentes e completas em seus mercados de atuação.

Quando criamos uma empresa sabemos que nosso papel será realizar tarefas que o cliente não quer fazer, ou não pode realizar sozinho, e isso pode ser desde fazer o jantar até construir uma ponte que ligue duas cidades.

Cobramos então um preço suficiente do consumidor para manter a empresa funcionando, porém algumas empresas conseguem cobrar um preço bem mais alto do que o necessário para mantê-la em funcionamento.

Isso é possível porque os clientes dessas empresas enxergam maior valor no produto, ou seja, eles veem tanto benefício em adquirir aquele determinado produto que aceitam pagar um preço relativamente mais alto por ele.

No marketing é costumeiro chamar essa diferença entre o preço mínimo necessário e o preço praticado mercado como valor econômico, ou seja, tudo que o cliente aceitar pagar acima do preço mínimo necessário para manter a empresa é valor econômico.

A questão é que quanto maior o valor econômico da empresa, mais vantagem competitiva ela tem, pois maior será sua capacidade de agir no mercado.

É por isso que a estratégia empresarial visa justamente conquistar uma boa vantagem competitiva e mantê-la o máximo de tempo possível. Em resumo, a boa estratégia é aquela que consegue alcançar esse objetivo, a ruim é a que não consegue.

O design tem um papel crucial nesse cenário, pois por meio de suas técnicas, ele transforma os produtos para que eles ofereçam mais benefícios para o consumidor, sem com isso aumentar o custo de produção.

Pelo processo de design é possível, por exemplo, inovar o produto tornando-o mais útil, fácil de usar, esteticamente agradável e com menor impacto ambiental.

Também por sua característica holística, o design pode transformar não só o produto, mas também seu processo de produção, diminuindo possíveis desperdícios e até reutilizando partes antes descartadas.

Observando que com o avanço dos recursos industriais, os produtos tem se assemelhado em funcionalidades e padrões tecnológicos, é possível perceber quanto o design se torna importante em transformar o produto sem com isso impactar na aplicação de mais matéria-prima ou talvez em sua reinvenção completa.

No ambiente digital, por exemplo, o design pode simplificar processos tornando as interfaces mais simples e fáceis de navegar, algo que pode melhorar a percepção de valor pelo cliente, sem com isso impactar em novos grandes investimentos.

Ainda no espaço digital, o design pode se utilizar da infinita reprodução possibilitada pelos sistemas para funções mais mecanizadas, transferindo recursos humanos para onde isso for fundamental.

Um exemplo disso é deixar a atualização de cadastro do cliente ser feita pela internet permitindo ao vendedor focar só em atendimentos mais complexos que exigem a intervenção humana.

Assim podemos observar como o design é uma importante matéria da estratégia empresarial e como sua aplicação pode melhorar a vantagem competitiva da empresa, afinal ele é fonte para criar valor e:

Crio valor quando deixo de ver o produto e vejo aquilo que ele faz por mim.

Licença Creative Commons
Esta obra de Heller em Heller de Paula, foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.

Referências
Car Design Blog (imagens)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here