O impacto das tecnologias disruptivas: Uma conversa com Eric Schmidt

0
74
views
impacto das tecnologias disruptivas

Conversa sobre o impacto das tecnologias disruptivas com Eric Schmidt, presidente do Google, realizada em 2013 pela McKinsey&Co.

A biologia se torna digital


Citações selecionadas:

“A leitura que você quer fazer sobre a tecnologia não é qual delas é interessante, por que existem muitas que são interessantes. O que você quer é olhar para aquelas que tem a maior chance de ter um grande impacto para várias pessoas ou para grandes segmentos da sociedade” (SCHMIDT, 2013).

“Tudo que pudermos fazer para construir um modelo sobre como a biologia funciona e, em particular, como a mente humana trabalha, como o DNA trabalha, como a fusão das proteínas funcionam, esse tipo de coisa, isso sim será um grande passo para a mudança da humanidade. Então, um dos grandes desafios será a sequencia do genoma humano, por exemplo. Existem agora empresas e fundações construindo banco de dados de DNA para usar, para mover de um modelo individual de diagnóstico de doenças, onde literalmente você pressiona um botão, uma sequencia acontece, e te diz o que está errado. Então o uso dessas ferramentas de análises que comparem o particular com históricos análogas do mundo inteiro pode ser uma grande mudança” (SCHMIDT, 2013).

Materiais e manufatura


Citações selecionadas:

“Então, essa revolução, somada a chegada da impressão de três dimensões, onde você pode essencialmente construir suas próprias coisas, significa que – durante o resto os nossos dias – será possível construir coisas muito interessantes a partir de novos materiais, os quais terão todo tipo de novas propriedades” (SCHMIDT, 2013).

Meu computador, meu amigo


Citações selecionadas:

“Eu penso que vamos passar dessa interface de comando-e-controle na qual você diz ao computador, como a um cachorro, o que fazer, para uma situação onde o computador se torna muito mais próximo de um amigo. E nesse sentido um amigo que diria “Sobre o que você se importa?”. E diria isso de novo, e de novo, com você dando permissão para ele acessar esse tipo de conteúdo. No fim ele diria, “Bom, então você deveria fazer isso”, ou “Talvez você pudesse seguir por esse caminho””. (SCHMIDT, 2013).

“Em humanos contra a automação, na qual a raça humana está ganhando, e para o qual os políticos nunca se articularam corretamente, a grande resposta é uma melhor educação”(SCHMIDT, 2013).

Referências
McKinsey&Company

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here