Usabilidade na Web de Jakob Nielsen e Hoa Loranger

0
151
views
Usabilidade na Web de Jakob Nielsen
Usabilidade na Web

Usabilidade na Web de Jakob Nielsen e Hoa Loranger apresenta experiências com testes de usabilidade de quase 500 website, estudos de caso, dados de milhares de usuários e uma análise de 25 websites reais.

Jakob também fala sobre diversos conceitos fundamentais sobre o design digital, a experiência do usuário (UX), testes de usabilidade, navegação, possibilidades de busca, design de interface e conteúdo e outros.

Uma obra indispensável para quem deseja aprender e desenvolver projetos para as interfaces digitais.

Citações selecionadas do Usabilidade na Web

Ha mais de um bilhão de usuários na Internet, portanto, qualquer site com menos de dez milhões de clientes (em outras palavras, quase todos) não atingiu nem 1% do potencial de sua audiência” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 22)

As quatro coisas mais importantes que uma homepage precisa comunicar aos novos usuários nos trinta segundos que eles gastam na página:

• O site a que eles chegaram.
• Os benefícios que a empresa oferece
• Algo sobre a empresa e seus produtos mais recentes ou novos desenvolvimentos.
• As opções para os usuários e como chegar à seção mais relevante para eles

(NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 30)

[…] agora os usuários caçam respostas especificas. Os sistemas de busca essencialmente tornaram-se “mecanismos de resposta”” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 36)

Certifique-se de que os links e as descrições das categorias descrevam explicitamente o que usuários encontrarão no destino final” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 53)

As duas principais estratégias são fazer com que seu conteúdo pareça uma refeição nutritiva e sinalizar que é uma presa fácil” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 53)

Para ‘informívoros’, cada site é um pequeno território de caça, e as informações em cada site são suas presas” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 53)

[1] Ofereça visitas curtas; sirva um salgadinho, não um almoço completo. [2] Encoraje o retorno dos usuários; utilize estratégias do tipo newsletter como lembrete. [3] Melhore a visibilidade do sistema de busca e outras maneiras de aumentar visitas freqüentes atendendo as necessidades imediatas dos usuários” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 54)

Costumamos aconselhar web designers a seguir duas estratégias: convencer os usuários de que o site merece sua atenção (fazendo com que ele contenha boas informações e facilitando a localização destas) e tornar fácil para os usuários encontrar mais informações interessantes depois de chegarem ao seu destino para que não precisem ir a outros locais” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 54)

A diretriz de usabilidade mais antiga para qualquer tipo de design navegacional é ajudar o usuários a entender onde eles estavam, onde eles estão e aonde eles podem ir – o passado, futuro e o presente on-line” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 60)

Se quiser que as pessoas notem algo sobre seu site, certifique-se de que isso não pareça propaganda; as pessoas tendem a desviar suas atenções de itens parecidos com publicidade” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 77)

Quando as informações parecem ocultas, as pessoas supõem que elas não estão lá” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 79)

Conteúdo inútil [e confuso] não apenas irrita as pessoas; é uma importante causa de vendas perdidas” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 80)

Não forneça várias áreas de navegação para os mesmos tipos de links” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 189)

Nomes atraentes são inúteis se eles não ajudarem as pessoas a prever o que está por trás do link” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 192)

Em geral, os usuários primeiro fazem uma varredura visual para identificar os pontos principais e, então, se necessário, examinam a página para mais detalhes” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 258)

Inicie com a conclusão e então mostre os fatos que dão suporte às informações” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 269)

A lista revisada flui melhor porque cada frase inicia com um tipo de palavra semelhante (nesse caso, um verbo) e completa a frase de abertura” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 281)

Quanto menos elementos você colocar na página, maior a probabilidade de ela ser vista pelas pessoas” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 323)

Reduzir os designs aos elementos essenciais mantendo a elegância e a funcionalidade exige coragem e disciplina” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 380)

Antes de adicionar elementos de design ao seu site, pergunte-se: [1] Esse elemento simplifica a tarefa do usuário? [2] Esse elemento adiciona valor ao usuário?” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 381)

Interações complexas aumentam tanto o tempo de aprendizagem como a probabilidade de as pessoas se confundirem. É melhor ter poucos recursos úteis do que muitos inúteis” (NIELSEN; LORANGER, 2007, p. 384)

Referências
NIELSEN, Jakob; LORANGER, Hoa. Usabilidade na Web: Projetando Websites com Qualidade. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

Imagem: TheVideoOz

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here