World Usability Day 2015 debate a relação de inovação e user experience

0
272
views
World Usability Day 2015

O World Usability Day 2015 debateu a relação entre inovação e user experience com Jaakko Tammela, Alexandre Silveira, Luis Alt e Rajesh Rani.

O evento organizado mundo afora teve em São Paulo celebrou seus 10 anos de história com um encontro com quatro palestrantes que apresentaram como a inovação pode melhorar a experiência do usuário, colocando sempre o cliente no centro dos projetos.

Realizado na Samsung Ocean, foi um encontro para refletirmos como o exercício da nossa atividade profissional pode realmente fazer a diferença para as pessoas.

Jaakko Tammela: O processo de design e o papel do designer

A noite foi aberta com Jaakko Tammela, fundador da rede design global Brainpool, que falou sobre o processo de design e o papel do designer dentro desse ciclo, principalmente como fomentador e difusor da inovação:

 

Alexandre Silveira: O projeto do ultrassom Samsung WS80A

Seguindo, tivemos Alexandre Silveira, atualmente diretor de criação na Wunderman, apresentando um case de inovação que ele participou direcionado ao período pré-natal para clientes da área hospitalar da Samsung.

O case ainda tem partes confidenciais, mas só para dar um gostinho, a ideia do projeto é tornar ainda mais humano todo o processo desse período tocante da gravidez até nascimento.

Um projeto parecido da empresa é o da máquina Ultrassom Samsung WS80A:

 

Luis Alt: A usabilidade dos serviços

O terceiro palestrante foi Luis Alt, sócio-fundador da Livework Brasil, que falou sobre suas próprias experiências como cliente, criando, em seguida, uma conexão sobre como os serviços da sua consultoria procuram minimizar justamente os problemas de uma experiência ruim ao retirar as equipes de projeto da hipótese laboratorial e levando-as para a experiência real, envolvendo o cliente final:

 

Rajesh Rani: Inovação com propósito

Para fechar a noite tivemos Rajesh Rani, co-fundador e consultor do Mewe, falando sobre a inovação com propósito.

A partir dos aprendizados observados na Tribu Maasai Mara, Rajesh falou sobre a importância de co-criar junto com quem vai realmente utilizar a solução, rompendo aquele velho paradigma de especialistas criando em salas fechadas e “implementando-as” para as comunidades posteriormente.

 

Mesmo a partir de quatro abordagens distintas, uma mensagem que se repetiu entre todos os palestrantes foi o fato de que inovação se faz em conjunto, envolvendo quem realmente vai usar o serviço e a partir da observação e análise do olhar do projetista.

Ideias criadas em salas elegantes, refrescadas por ar-condicionados, podem até ser interessantes, mas não necessariamente vão atender a real necessidade do cliente.

Então, na hora de projetar, saia da zona de conforto e da análise a partir de comparativos buscados no Google e vá se sentar ao lado do usuário no mundo real.

E para fechar, algumas fotos do evento

 

Até o próximo ano.

Referências
World Usability Day São Paulo; UXPA SP; Instituto Amani; Livework Brasil; Jaakkoo Website; Alexandre Silveira SlideShare; Samsung Ocean; TecMundo;

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here